terça-feira, 23 de outubro de 2012

Dica de filme: Sombras da noite


Uma das relações mais famosas do cinema (Tim Burton e Johnny Depp) está de volta apostando na escuridão, no mundo dos vampiros e na comédia, junção que se encaixou muito bem na composição da história e dos personagens. Tem vampiros, paixões super românticas e doces, lobos, mas passa longe (ainda bem) da Saga Crepúsculo, aliás, todos deveriam entender que o mundo dos vampiros vai muito mais além da Saga (não entendam mal, eu gosto, só acho que tem muito mais que isso). "Sombras da noite" é um ótimo trabalho do diretor, diverte e leva o público a risadas inesperadas, mesmo com alguns absurdos e exageros já conhecidos de Tim Burton (que aliás, eu sou super fã) é um excelente filme.


A trama começa no século XVIII e mostra uma família que sai da Inglaterra e vai para os Estados Unidos levando com eles uma terrível maldição. Barnabas Collins é um pequeno jovem, rico e que vive confortavelmente com sua família em uma cidade americana. Já na fase adulta, o jovem playboy derrete os corações das jovens com seu charme. Só que ele não sabia que uma delas era uma poderosa bruxa (Angelique), e após despedaçar o coração da jovem bruxa é amaldiçoado, transformado em um vampiro e enterrado vivo. Alguns século mais tarde, Barnabas é libertado de sua 'prisão' e assim, surge nos dias modernos, no começo meio perdido, mas depois firme e forte para buscar a sua vingança contra a bruxa.


A grande sacada de Burton e companhia é inserir a comédia num contexto de dramalhão antigo. Aproveitaram a ótima deixa, que consiste em trazer um indivíduo do passado para o presente, e rechearam a fita com personagens intrigantes que no meio do filme viram uma espécie de super heróis, tornando fácil a empatia do espectador (de qualquer idade) com a história e automaticamente com cada detalhe que é usado para chegar ao clímax da trama.



O elenco é excelente e tem ótimos nomes, como: Johnny Depp, Michelle Pfeiffer (sempre diva), Helena Bonham Carter (esposa do Tim Burton, por isso sempre aparece nos filmes dele, além de ser uma excelente atriz), Eva Green, Jackie Earle Haley, Jonny Lee Miller, Chloë Moretz (lindíssima) e Christopher Lee.


Já ouvi muita gente dizer que Burton e Depp se repetem. Aos que pensam assim, por favor, revejam os filmes da dupla, cada qual com sua história, cada qual com seu sentido, impossível, revendo, dizer que eles se repetem. Pode ser questão de ponto de vista, mas muitos pegam no pé da dupla, na minha opinião, por inveja. Seus tolos, deixem os créditos para os que tentam fazer algo original num mundo tão superficial em que vivemos. Assim se faz filmes de vampiros.


Beeeijos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário